Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, outubro 01, 2005

 
Ouço-te na palma da mão - Fernado Grabriel

Cuide-se!

Há noites em que a cabeça precisa ficar de prontidão, esperando o cessar-fogo; invariavelmente, depois das três, quase nunca antes das cinco, geralmente quando os galos já começaram a cantar. Às vezes, quando a barra está muito pesada, é preciso pensar seriamente em atravessar o rio, cruzar a avenida e procurar outro lugar. Mas nenhum buraco é suficientemente largo para esconder um corpo inteiro. Porque quando as pernas tremem, a barriga dói, os olhos ardem e as mãos não conseguem mais abafar os gritos, torna-se impossível dormir; quem dera sonhar, quem dirá despertar.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - interioridades # 6)


quinta-feira, setembro 29, 2005

 
O Guerreiro - Erik Reis

Rua 117

Sempre andou descalço, porque agora calçaria um sapato? Ora, aquilo era um absurdo. Em sua própria terra ser obrigado a se submeter aos caprichos de uma norma, de um preceito, de uma regra, de uma lei. Ou ele entrava descalço ou sem sapatos entrava. No entanto, na porta do estabelecimento já estavam dois seguranças, três empregados de mesa, uma pequena platéia de curiosos e o dono do restaurante que procurava, aos berros, meter em sua cabeça: aqui não, aqui não! Ou entrava calçado ou calçado ele não entrava.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - urbanidades # 8)

quarta-feira, setembro 28, 2005

 
Resistindo - Heran Azevedo

Todos nós, ninguém.

Já lhe disse que das tripas não se faz coração. Então, pra que discutir? Não vê que o homem está doente, meio consumido, quase implorando pra ser enterrado vivo? Pra que brincar com a sorte? Mas mãe... Ôxe, ôxe! Menino teimoso... , que serventia tem isso agora? Arranca os olhos e deixa as roupas pra lá.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - infâncias # 2)

terça-feira, setembro 27, 2005

 
Tradições Rurais - Diana Conceição

Questão de fato

Podiam suportar o desprezo, a humilhação e passar o resto da vida carregando aquele fardo; porém, a questão residia nos termos do contrato. Afinal, não tinham escolhido, entre milhões de candidatos, aquele que traria a felicidade e redimiria a monotonia? O que estava em jogo era o princípio, o trato, a palavra assinada e registrada e, principalmente, a falta de vergonha na cara. Antes fosse apenas a cor da pele ou dos olhos, o formado da boca ou o tamanho do nariz.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - urbanidades # 7)

segunda-feira, setembro 26, 2005

 
Ícaro - Jorge Garcia

Zero Absoluto

Ninguém está jogado no tempo ou no espaço.

Basta, chega pra lá! Regras são regras! Não está vendo a faixa? Tá pensando o quê? Cala a boca, e chega pra lá. Vamos! Não adianta reclamar. Ainda não aprendeu a lição? O que você está esperando? Mais pra lá. Quem manda aqui sou eu! Mas que merda! Para todos há um só lugar. Vamos! Vamos! Cala a boca, pra que sonhar?

domingo, setembro 25, 2005

 
Pestanas - Paulo Reynaud Silva

Didaticamente

Lá estava M sentado no chão, admirando, sem muita emoção, as pedras, os galhos, as folhas secas caídas de uma mangueira, as galinhas poedeiras, os ruídos distantes de um rio e até mesmo uma porção de formigas. Mas pralém da normalidade, havia um par de botas gastas, um homem seminu, meia garrafa de pinga, um facão bem afiado e algumas lembranças renitentes da infância.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - infâncias # 1)

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?