Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, maio 06, 2006

 
Muralha da China - Ammer

Passagem Subterrânea

Noite após noite, sem dar trégua ao tempo, escavam a terra com as próprias mãos. Sempre atentos, escolhem pontos estratégicos ao longo da grande muralha. Durante o dia, perambulam pelo caos dos bairros, afogando os desejos num delírio de sonhos impossíveis. Ao cair da tarde, dirigem-se em bandos para fora dos limites da cidade. Amoitados dentro da mata, esperam ansiosos pela escuridão. São pessoas oriundas de lugares muito distantes, gente de olhos multifacetados, quase degredados. Incapazes de voar, saltar alturas vertiginosas ou tornarem-se invisíveis, cravam com unhas e dentes o próprio destino.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - urbanidades # 29)

quarta-feira, maio 03, 2006

 
Reacción - Max Ceballos

A velocidade do silêncio

Vou deixar você na curva do rio, disse o pai, mas, por favor, custe o que custar, não saia de lá. E assim, durante horas, após ser deixado na curva do rio, o menino esperou. Um vento forte inquietava as copas das árvores, agitando o submundo da sua imaginação: em cada farfalhar um vulto, a presença onipresente do desconhecido. Coisas inanimadas, escondidas, conduziam-no para lugares estranhos, solitários. Para espantar o medo, começou a cantar Pai volta, volta pai. Porém, por mais que fingisse, saltava pela garganta, aos trancos, a presença daqueles que não estavam ali. Corria o rio, corriam os pensamentos. Pensou na irmã, onde andaria maninha? e pensando na mãe, tão longe, tão distante, sorriu-lhe o coração que, ao poucos, lentamente, foi se acalmando, se apaziguando, serenando, como as nuvens, após uma tempestade.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - infâncias # 14)

 
Mea culpa - José Fors

Próteses


Um súbito mal se abateu sobre os habitantes da pequena cidade de X. Gente criativa, alegre e farrista, levavam a vida na flauta, dançando conforme a música, sem maiores preocupações ou angústias. Grandes artistas da improvisação, ninguém acreditou quando, certa manhã, após uma estrondosa chuva de sapos, cobras e lagartos, viram-se incapazes de praticar suas gambiarras. Na falta de um culpado concreto, atribuíram tal fatalidade a ausência, ou excesso, de fé. Ora, somente a ira divina para explicar um acontecimento tão sem pé nem cabeça. Impossibilitados de colocar em prática seus conhecimentos adquiridos ao longo dos anos, entregaram-se ao sabor dos ventos, esperando sentados, inertes e parados, o bonde passar, o céu cair, o mundo girar e a vaca voar. Se não morressem antes, assim pensavam os mais velhos, mas também os mais jovens, alguém, com toda certeza, entraria na cidade cavalgando um imponente cavalo branco lhes prometendo outras terras onde pudessem desenvolver suas antigas habilidades. Afora isso, ainda pensavam no corpo que goza e sente dor, na morte que não escolhe idades.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - interioridades # 19)

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?