Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, maio 06, 2006

 
Muralha da China - Ammer

Passagem Subterrânea

Noite após noite, sem dar trégua ao tempo, escavam a terra com as próprias mãos. Sempre atentos, escolhem pontos estratégicos ao longo da grande muralha. Durante o dia, perambulam pelo caos dos bairros, afogando os desejos num delírio de sonhos impossíveis. Ao cair da tarde, dirigem-se em bandos para fora dos limites da cidade. Amoitados dentro da mata, esperam ansiosos pela escuridão. São pessoas oriundas de lugares muito distantes, gente de olhos multifacetados, quase degredados. Incapazes de voar, saltar alturas vertiginosas ou tornarem-se invisíveis, cravam com unhas e dentes o próprio destino.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - urbanidades # 29)

Comments:
Tornar-se invisível é coisa para poucos, eu adoraria, mas como não posso contento-me em expressar meus desejos sorrateiramente além dos limites da cidade, e, assim, desenho meu prórprio destino.

Supimpa o texto. Acertou-me em cheio.

Abçs e considerações deveras.
 
admiração redobrada diante da sua palavra. obrigada.
 
tenho tido trabalho para, corajosamente, desconstruir o muro de que me cerquei... mas quem sabe eu me destinarei meu destino...ou até meus desatinos...né?
beijo
 
A cada dia, sinti uma evolução nos textos.
http://cartasintimas.zip.net

http://dudve.blogspot.com
 
É!
Como é dura essa realidade!
Abraçu du Isac!
 
Já te disse que amo sua escrita, ela imprime essa realidade crua em nossos pensamentos, deixando claro a vulnerabilidade humana!
Beijos!
 
, selvas de pedras. e o caos quotidiano a degredar.
|abraços meus|
 
Em que lugar estarão os pontos estratégicos da nossa caminhada ???
A velha incapacidade de voar, de saltar alturas e de se tornar invisível ?
Meu querido Claudio, como eu gosto de você ...
Grande abraço !
 
Seus textos sempre belos e profundos tocando na alma da gente!!

Lembrei daquela frase " o essencial é invísivel aos olhos."

Postei uam foto minha lá no blog..rss..de rosa vermelho no cabelo e tudo..rss

habeijos
 
Ante o desamparo, restam o que ainda sobrou de forças, um ou outro dente, alguma unha. Se nada dos últimos restasse, quem duvida que cravaríamos as próprias gengivas e o sabugo dos dedos?
Abraços de Belém!
 
Só de ler este texto, a culpa me pesa nos ombros e no coração.
carinhos meus
 
Que forte.
 
E, adoro essa citação de Benjamin.
Esse livro é fantástico.
 
que cenário:
terrivelmente, o mal da pós-modernidade.

e eu aqui, construindo outros muros, ainda...

[jb]
 
Como sempre, a narrativa é envolvente. Perfeito!
 
... desejos num delírio de sonhos impossíveis ... é assim que vejo minha vida hoje.
 
Que a gripe passe logo ...
Grande abraço !!!
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?