Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

quinta-feira, outubro 06, 2005

 
Sem Excessão

Ana era uma criatura muito, muito pequena. Manca da perna esquerda, cega do olho direito, exibia-se na praça central, defronte a matriz de Nossa Senhora da Boa Oportunidade. Admirada por crianças e senhoras de meia-idade, ganhava a vida recitando versos ao mesmo tempo em que requebrava os quadris. No intervalo das apresentações, gostava de tomar tiquira, ruminar indecências e cuspir na direção contrária ao vento. Sabia de cor e salteado desde menina que a vida, sobretudo para criaturas reduzidíssimas, não admite vacilo. Por isso, quando lhe propuseram traficar água da boa, livre de impurezas, não teve dúvidas: aceitou sem pestanejar. Ana era uma criatura diminuta, mas não era burra.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - infâncias # 3)

Comments:
Olá Claudio,
sobre aquele seu comentário: 'onde vamos parar' não sei, são tantas as direções e tantos os abismos.
O que sei é que há uma melodia desesperançada que nos une.
Por aqui, mais um retrato metafórico da vida, como sempre de suspender o sujeito de chão e jogá-lo contra a parede.
abraços
Rubens
 
Como sempre, costurando as palavras e arrasando a realidade. Um beijo!
 
Caro Luz,
Como se trafica água da boa?
Um abraço:
 
nenhuma ana admite vacilos. ana é ana até na direção contrária do vento. nome muito bem escolhido para a diminuta criatura, sr. luz.
 
Bom texto!


CC.
 
Tráfico da realidade, meu caro, da realidade... Ou não.
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?