Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, dezembro 17, 2005

 
Camouflage - Antônio Carlos de Carvalho

Nepo

Não vou chorar. Ah, eu não vou mesmo. Tampouco gritar, espernear ou arrancar os cabelos. Deixa estar, o mundo dá voltas. Um dia você também vai descobrir que a vida, meu bem, não é feita só de espelhos. Dance, ria, copule. Divirta-se! Arranque suspiros, arrombe corações. Suba nos postes, salte canteiros, engrene uma primeira e vá adiante. Chupe, devore, ejacule. Goze até a última gota de esperma. Mas, por favor, quando você estiver sozinho, arranhado, esgotado, consumido, amassado e um tanto já ultrapassado, lembre-se: a porta do meu apê estará do mesmo jeito que você deixou.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - amores # 6)

Comments:
Ultimamente pouquíssimas coisas têm me comovido. Andei mesmo pensando que estou incorporando a sabedoria das pedras...rs. Mas teu texto me arrebata. Confessado está.("Perambulando pelo Caos " é livro seu?)Beijo.
 
quem volta senta sempre no mesmo lugar.

abraços
 
Olá, querido Luz, que bom que vc consegue consegue expressar oq todos nos pensamos.
um beijão e ate mais....
 
Oi LUZ!

Belo texto!


Abraços do CC.
 
"Ouça-me bem amor
Preste atenção o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões à pó"

porque às vezes pega-se emprestado os ditos que foram e se transforma em ditos dizendo no agora. (me perco entre tempos verbais, pois nao há pretérito perfeito nem futuro-mais-que-perfeito).
otimo fim de semana.
 
adoro o tema (já deve saber...). gostei muito do texto.

.
.
.

abraço
edu
 
,vai... quer descobrir o mundo, volte e a porta continua aberta. é assim... o coração roi, mas quando proporcina liberdades, a outra parte volta faminta, sedenta. pode tão bem ser alguém que espera quem jazz se foi.
tem mais gosto a primeira. ah! estas amoras!!!

|abraços|
 
Bommmmm muito bommm, vc é ótimo. Quem é vc, rapaz?
lê Raduan, eu tbm, meu preferido, um amor impossível, sonhei um dia... bj laura
 
Amigo Claudio, muito obrigado por ter visitado o meu blog. Abraços, Rodrigo Capella. Acabei de colocar um texto lá. Confira: http://poemasdorodrigocapella.blogspot.com
 
Adorei o conto, como sempre.
Depois, poderia me dizer o achou do meu novo blog.
http://cartasintimas.blogspot.com/
 
Cara, que conto perfeito! Espetáculo!

Saudações
 
eu tenho pensado muito no que o tempo pode fazer com as portas da gente... eu não quero deixar que as dores me fechem as portas...não pra sempre..
beijo
 
ainda preciso aprender a deixar a porta aberta, tenho conseguido grandes progressos, já não as bato mais....

um beijo no coração
 
a possibilidade de uma interpretação alternativa é deliciosa!
 
gostei do seu texto. portas escancaradas, portas fechadas, portas ruidosas, mudas portas isentas de coração. tantas e só uma. qual a que meu coração aporta?

ah, sobre o que vc postou lá no vomitando...não serei poupado nem pouparei em mim um sentimento qualquer. seria preciso manter o menino longe, longe da dor[mas lugar assim não há]
 
Conto perfeito! Que nossa imaginação voe, prescrutando o texto para descobrir como deixou a porta do apê. Alternativas são sempre bem vindas à intrerpretaçao.
Beijos
 
E viva a liberdade dos sentires!
 
A porta pode até ser, mas o resto... Sensacional!
Bjos!
 
oh, claudio, não tenho comentado, mas andei lendo seus últimos posts. diante deste aqui, "Nepo", não resisti em deixar umas palavrinhas e expressão o quanto esse texto me soa belo. lindo.
um grande beijo :)
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?