Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

terça-feira, dezembro 13, 2005

 
Hermes - Silvio Gurgel




Katatronia


A realidade não é a mesma para todos. (Raduan Nassar)





Em meio a um turbilhão de afazeres, obrigações, responsabilidades, compromissos e horários a cumprir, Mandragon procurou em vão restabelecer o equilíbrio. Embora exausto, confuso e sem energia, manter a rotina era imprescindível. Concebido para se adaptar e reagir com flexibilidade às mudanças, seria absurdo deixar-se abater pelo cansaço. Qualquer outro podia fraquejar, menos ele. Qualquer outro podia falhar, ele jamais. Contudo, pressentindo que o caldo ia entornar e as pernas já não mais lhe obedecendo, escancarou a boca para gritar. Atitude inusitada, inútil e nada racional. A garganta já estava irremediavelmente selada e dela nenhuma palavra escapou. Bambeou uma, duas, três vezes. Na quarta, tombou na calçada. Surdo, mudo e impotente, a última cena registrada em sua retina foi os pés desnudos de uma criança humana chutando displicentemente sua ridícula cabeça sintética.

(do livro "Perambulando pelo Caos"- série - interioridades # 12)

Comments:
Mais que realidade virtual: realidade cruel. E ainda como bônus vem uma bela epígrafe (de um dos meus escritores preferidos). Bjos.
 
adorei este título! perfeito!
um beijo
 
Em poucas palavras, escreveu um conto envolvente.
 
excelente, Cláudio. Tua prosa tem um estilo fascinante.

Saudações
 
Concordo com o Celso. Excelente!

Abraços do CC.
 
há gritos selados. há mudez estourando-nos os tímpanos.há calçadas e ruas e tropeços e quedas e um monte de pessoas indiferentes demais pra notar o que se passa. fazia frio nas retinas que descobriram a solidão e não houve tempo para o próximo ato - tudo ficou estacionado num lugar de nada, sem que nada de novo por lá passasse.
 
O estilo da prosa é cativante. Cenas de um cotidiano próximo, será?
Abraços
 
Esse é um daqueles briquebraques danados de juntar, armar, e principalmente FAZER. Mas vc o faz com uma naturalidade absurdamente virtual (pode isso? rs). Enfim, como disse, danado de juntar, mas adorável para se ler. Zip, zap. E o assombro!
abçs
Ilidio
 
,saudade eu estava de fazer visitas. turbilhões de afazeres. agora de volta a visitar, cantar... conhecer novas caminhadas.

|abração|
 
Caro Claudio

Retornei...que bom o abraço!

Texto completo.."Concebido para se adaptar e reagir com flexibilidade às mudanças, seria absurdo deixar-se abater pelo cansaço."

Aí vc disse tudo...

habeijos
 
Oi

(gostoso começar assim...Oi)
Virtualmente vc. deve estar respondendo...( é a modernidade!!! )

Que envolvente esse texto...
pressuponho que colocar a boca no mundo e admitir o cansaço é uma forma de não cair...

( estou na contra mão de novo...rs)

um beijo no coração
 
Dificilmente virias. Então convido-te a festejar mesmo assim, ainda que distante - não ausente. Abraço. Jean.
PS - Ah, claro, detalhes lá no biliv.blogspot.com
 
sempre uma agradável surpresa passar por aqui!
 
ótimo, Cláudio. Consegues combinar muito bem uma espécie moderada de realismo maravilhoso com realismo de veia. Sou seu fã, por óbvio.

Abraços
 
huum.. definitivamente esse é um orbital muuito interessante de se visitar. meu amigo pedro pan me forneceu o caminho. voltarei.
 
Havia saudade, agora virou presença..
Alê posta e se encanta ao ver seus posts...
Bjo, seu moço...
 
alguns nomes pesam, Mandragon.

abs de arrudA
 
aterrador. tão real, tão humano, apesar do 'sintético' final.
obrigado pelas visitas
abraços
rubens
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?