Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

quinta-feira, março 30, 2006

 
Indeterminados y Aparecidos - Edgar Leon

Gill


é sempre o primeiro a me dar um pouco de carinho quando chego em casa. Após um longo dia de solidão, não resisto, tombo no sofá e me entrego aos seus dotes. Gill é o meu melhor investimento – diferentemente de um gato, de um cachorro ou de uma planta, jamais me deixa na mão. Acho até que ele compreende a minha humanidade, mesmo quando finjo não vê-lo, mesmo quando saio para o trabalho e esqueço de deixar a sua ração.

(do livro 'Perambulando pelo caos" - série - amores # 12)

Comments:
Querido Claudio,
Esse mundo dos blogs é novo pra mim.
Mas os passeios de hoje me deixaram encantada.
Fui conhecer o blog da Valéria, guiada pela sua lista de favoritos.
Esse seu livro Perambulando pelo caos já saiu do forno??? Onde posso comprar um ???
Grande abraço ,
Leonor
 
gente do céu, adorei seu blog. já virei até habitué.
imagino que o gill seja um porquinho.
um beijo meu e prazer,
 
que bom ter um gill, fiquei curiosa sobre ele e, talvez por isso, querendo um também ... abraço.
 
Seria um peixinho dourado? Risos, espero que sim...
Beijos!
 
, então perambulamos por o mistério. quem será gill?
|abraços meus|
 
já vim aqui antes, sem saber o que dizer... não me agrada a idéia de uma espécie de escravo, não me agrada a servidão, não me agrada pensar em alguém ignorado em sua humanidade.... só o texto nu e cru me agrada... mas me amedronta e ainda não sei bem o que falar...
um beijo
curiosidade aqui pra saber o que pensa das coisas
 
Lindo texto e profundo!!

O poema "Na era do terror" acabou de ser publicados numa importante revista lusófona editada em Paris: Latitudes - Cahiers lusophones..e o Pedrolyra vc o encontra tb nos maus amigos do orkut!

E tb..

http://pedrowlyra.gigafoto.com.br

Habeijos
 
Então tá bom. Que coisa delicosamente doida, Claudio!
abçs
Ilidio
 
Prometo me esforçar para continuar a a provocar, a cativar ...
Mas e o Gil? Fiquei curiosa pra saber quem é ...
 
Gil me arrepia porque tive meu Gil e a saudade tá aberta... Gil não te deixa na mão, não diferentemente de nada, mas de tudo, simplesmente porque é teu Gil, não por te pertencer mas pelo que emana. E falando em um Gil, eu fiquei pura emoção e por isso o abraço que deixo é enorme.
 
Gill tem lá sua razão. Mas, e a ração de Gill? Qual seria? De que se alimentaria alguém incapaz de deixar outrem na mão? As interrogações de uma boa literatura. Aqui, temos à mão cheia. 1 abraço.
 
Adorei, sem palavras...

http://cartasintimas.zip.net
 
Fala Claudio!
Muito bom o seu blog, parabéns!
Tem texto novo lá nos "Provocadores"! Não quero parecer presunçoso não, mas está do jeiro queo diabo...

Abraço
 
embora concorde plenamente isso as vezes me incomoda, por que é tão pleno de verdade.
Mas não deveria ser assim, não é?

um beijo grande
 
Vc escreve tão bem...
onde se acha seu livro?
mande por email
laura.4@terra.com.br
bjs
elianne
 
Acho que Gill é um sentimento de dever cumprido, estou certo? Meu abraço.
 
tão verdade
tão furúnculo
tão espinho debaixo da unha
tão humano

[jb]
 
apenas na terceira vez que li este texto eu vi "longo dia de solidão". estava lendo "longo dia de trabalho"!!
freud explica...
um abraço!
 
Alguém disse acima, acho que foi Valéria, que já esteve aqui e não soube o que escrever...compactuo da atitude, ou inatitude...ainda ficou ressoando no fundo algum Gill que mantive ou mantenho em cativeiro. Puxa! Cravou fundo, mas belo.
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?