Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, março 04, 2006

 
Sem título - Lizette Lugo

Il Primo
para Alice & Afonso

A minha vida, eu preciso mudar todo dia (Ira!, Eu quero sempre mais)

Ouvia tudo em silêncio. As desculpas variavam: Ora, você é muito veloz. Ora, você nunca me compreende. Todo dia um obstáculo a ser superado. Todo dia um nó preso na garganta. À noite, ardendo em febre, delirava. Mil vezes com a alma remoída e triturada buscava uma maneira, um desvio, um atalho, uma fenda, uma rachadura, uma abertura para penetrar naquele coração.

(do livro "Perambulando pelo caos"-série - amores # 10)

Comments:
Querido, belo texto, mas o que já vi da vida me diz que os corações não são penetráveis, as coisas acontecem por osmose, sem querer, sem fazer força, assim inadivertidamente...beijos de mim
 
Olá!

Passando...

*CC*
 
Cláudio, meu caro, desculpe-me o trocadilho, mas é por esse espaço, por esses textos talentosos, que você permite que se entre no seu coração...
Abraços!
 
Claudio, muito lindo. Mas tem horas que é melhor um coração impenetrável do que um espatifado (risos).
Beijos,
Ana
 
O amargo vai ganhar a boca inteira. A febre em breve não se contentará com um só turno. Hora de fugir. Ainda possível? Pelo visto, nem mesmo para túmulo o coração se abrirá. Ou manicômio.
 
Lindo texto e concordo com Nirton que é por eles que chegamos ao seu coração..

A vida é um grande espetáculo e nós as vezes atores e noutras telespectadores...a vida é um filme..a vida é uma boneca..rss..a vida é um grande faz de conta mesclado com sonhos e realidade e fantasias....

Tenho defendido a tese de que estamos vivos..rsss!!

Habeijos
 
, ah! o músculo que rói!
|abraços meus|
 
Ah, esses amores, cheios de não me toques, não isso, não aquilo. Não quero amor que priva, amor "decreto de infelicidade". Quero os amores febris, ardentes, libertinos, amores de meninas e meninos!
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?