Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

segunda-feira, abril 17, 2006

 
Deceased - Sztuka Fabryka

Direito de passagem

Quase sempre, cedo. Não importa se o dia foi exaustivo, estressante, ou se um meteoro caiu no centro da cidade. Mal ponho os pés na praça e já o sinto farejando meu saco. Diante de seus olhos de dragão esfomeado, convém manter prudência. Tivesse ele milhares de estômagos num corpo de infinitas bocas, não haveria o suficiente para saciá-lo. É como uma criança mimada: não pede, atira-se vorazmente. Às vezes, finjo nada ter conseguido Vê? Não estou brincando... Mas o danado é esperto, sabe quando estou mentindo. Aí, a coisa só piora. Começa a rosnar e a babar, mostrando-me seus afiados dentes de marfim. Nesse caso, não me resta alternativa: jogo-lhe o saco e vou-me embora, torcendo para ele não vir, à noite, - eu nunca sei qual é o tamanho da sua fome - perturbar o meu sono. Na dúvida, deixo ao alcance das minhas mãos um generoso pedaço de pau.

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - interioridades # 17)

Comments:
também dentro de mim, habitam monstros que eu tento combater...
um beijo
 
seus escritos estão cada vez melhores, meu caro Cláudio. Já disse e repito: é impressionante o seu poder de síntese no texto. Há uma cena e há mais de uma, há uma situação e várias imagens. E há um certo humor que cauteriza lá por dentro...
 
Nossa, alguns dias de trabalho e vi que perdi muita coisa por aqui ... mas já estou colocando o assunto em dia ;-) Beijos.
 
Ah! Talvez vc ainda não me conheça pelo meu nome, apenas pelo apelido ... Pensante ... volta lá no blog.
 
penso se não seria melhor...um pedaço de carne?

por ser talvez mais fraco, estratégias vencem lutas...até internas...



beijo grande
 
Iso me dá medos, muitos. Isso de ceder para se livrar.
Bjsss
 
Penso, um texto auto-antropofágico; talvez! De qualquer forma, belo!
 
Sei que muitos querem me devorar, mas por vezes minha fome é maior que todos eles, e faminta, devoro!
Magnífico!
 
ótimo.

.
.
.

fiquei um tempo sem vir, por causa do trabalho, mas estou de volta. e quanta coisa boa encontrei...

abraço
edu
 
Que desassossego danado, Claudio. Claro, o do snapshot. E de novo, e meio parecido com a outra viagem minha, "o generoso pedaço de pau" fecha tipo em teatro. Pano rápido.
abçs
Ilidio
 
LINDO E REVELADOR...
http://dudve.blogspot.com/

http://cartasintimas.zip.net
 
Muito bommmm gosto muito desta desrealidade encontrada nos seus contos.
Gostei dos três que li,o quarto o da homem que reza, adorei. bj laura
 
esta raça de ser esfomeado também vende doces nos sinais...
 
Passando...
 
Chamam esse monstro de consciência?
 
Cada dia melhor por aqui..

habeijos
 
na dúvida, só por tentativa e erro, ousaria um dia chegar de mãos abanandos e todo atenção, lábios e ouvidos generosos. quem sabe?... 1 abraço ao escritor de mão cheia.
 
, diariamente. deparamos com monstros por vezes insaciáveis. fazem mesuras para conseguir o que desejam...
|abraços meus|
 
Estive por aqui de novo, a namorar seus antigos posts, e voltei a contemplar esse, magnífico!
 
ah, a fome exigindo passagem ... abraço.
 
Um monstro, mesmo? A tal da interpretação. Sei, sei. Em todo caso, acho que o pedaço de pau não deve mesmo deixar a mão. Quanto ao texto, dizer o quê?
Abraço!
 
Sim. Mas um pedaço de pau? Pobre rasga-sacos!!!
 
O perigo é existir diferentes tipos de fome nessa mesma intensidade. Um beijooo!
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?