Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sábado, junho 03, 2006

 
Sem título, autor desconhecido

Abatedouro 506

Ontem, mais uma vez, Perseu chegou atrasado ao trabalho; para variar, amargou outro dia enterrado até o pescoço nos infindáveis números da contabilidade. Ora, a razão por que começara a chegar atrasado era que, antes quieto em seu canto, condizente com seu papel de ruminante, um cavalo alado cruzara seu caminho no metrô; desde então, toda manhã, de segunda a sábado, enquanto finge esperar alguém, desesperadamente, procura localizá-lo em meio à boiada disciplinada; quando o vê, o tempo pára, o mundo pára, e seu pobre coração de meia idade, inconformado, morrendo de ciúmes, não acredita que tal besta humana possa passar despercebido pelas câmeras da vigilância; oh, qualquer manhã vai cometer uma loucura; oh, sim, vai atravessar a plataforma e laçá-lo; vai cortar-lhe as asas; depois, descer-lhe o cacete, arrancar-lhe o couro e, por fim, abatê-lo. Como é possível, meu Deus, deixá-lo por aí, provando livremente desse dolce far niente?

(do livro "Perambulando pelo caos" - série - interioridades # 22)

Comments:
Mas entre a boiada disciplinada será mesmo um bom lugar de procurá-lo?
Abraços de Belém!
 
meu problema não são cavalos.
são zebras.

elas se confundem com esse mundo opaco e sem graça. totalmente P&B

habitam nosso safari cotidiano.

[jb]
 
Oi!
Belo texto.
*CC*
 
Gostei, sempre gosto. Forte,bj laura
 
sua palavra sempre a surpreender, intrigar, encantar, seduzir ... bj.
 
Egoismos interiores do cotidiano, temos todos.

No ensejo: PARABENS, escritor!

Sucesso ae na labuta da arte de escrever.

Muitos abraços e felicições.
 
, vai de vôos como se cavalo alado.
, muito bom te ler.
|abraços meus|
 
eu só vim rapidinho pra te desejar um feliz aniversário...cheinho de saúde e alegria...

beijo querido
no coração
 
Ah, quanta inveja... Não seria mais fácil ele também perceber suas asas?
 
o que ia dizer, o ivã coelho já disse. redigo, inclusive a parte das felicitações pelo aniversário que deduzi. 1 fraterno abraço
 
pra abate-lo basta cortar-lhe as asas... talvez um dia tenhamos todos sido seres alados e hoje sem asas, somos isso que somos...abatedores! e abatidos...
ah se me fosse dado o dom de ver um ser alado....montava era em sua garupa!
beijo
 
Ai, quem dera fosse eu um alado, não me encontraria entre o gado, muito menos num abatedouro!
Beijos!
 
Excelente!!!
 
Asas perseguidas por olhos invejosos. Eu trato de esconder as minhas, faça o mesmo.
Beijos
 
Aniversário?
Parabéns!
*CC*
 
Claudio, um beijo atrasado pelo aniversário. Esqueci da festa, mas não de ti. PS: ainda aguardo a revista, recebeste o endereço?
 
Ah estas invejas que nós, sérios burocratas, temos dos cavalos alados. Perfeito, junção exata entre realidade e sonho.
abraços
Rubens
 
Com o perdao da palavra, mas o que consegui dizer deposi de ler foi: "putaquepariu!!!!".
Cavalos alados em estações de metro sao como as vagaletas e borbolumes: devem ser deixados soltos voando por aí.

grande abraço, moço.
 
Realismo fantástico perto disso é que nem pateta perto de poeta. Da porra, Cláudio.
abçs
Ilidio
 
Puts, FELICITAÇÕES, digo agora com todas as letras.
 
Nossa senhora!!! O comodismo humano é tão forte que é melhor castrar as asas do outro do que exercitar as suas.

Muito bom!!!!!

Um grande abraço,
Aerodrama.
 
maravilha, é isso mesmo.

Valeu pela visita .Volte sempre .

Boa semana.
 
É... todo mundo tem asas, mas poucos ousam voar. Mais fácil impedir que façam o que queríamos fazer... uma pena isso, quando acontece. Aceite meus parabéns atrasados pelo seu Aniversário.
Beijos, Carol
 
Que texto saboroso, lindo! Para se ler várias vezes e pedir mais!
 
Como sempre interessante ... saudades de passar por aqui. Bejos.
 
Muito lindo o conto, quero criar meu alado cavalo... voltei a publicar meu blog, passa lá quando der...
um abraço
 
oi Cláudio

meu endereço novo

http://leve1.zip.net

não sei o que aconteceu com o antigo

beijo querido
 
Eu montaria e sairia voando.
Para sempre!
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?