Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

sexta-feira, agosto 11, 2006

 

Dom

Corro, atravesso a cidade. Preciso ser ligeiro. Sinto o fogo queimando a pele, vejo a cena antes da hora. Antecipo os acontecimentos. Talvez esta seja minha última oportunidade. Vou sem pedir licença, vou levando a derradeira notícia. Não posso chegar atrasado. É como um formigamento nas mãos, uma coceira entre os dedos dos pés. São fragmentos, imagens desconexas. Perco o sono, ando pela sala. Faço anotações. A vizinhança estranha. À boca miúda, dizem que sou louco. Dou com os ombros, viro as costas. Faço de conta, finjo que não ouço. Zé povinho, gente supersticiosa. Pensam que tenho parte com o demo. Acreditam apenas no que vêem. Desconhecem as sutilezas do espaço. Consulto as estrelas, leio nas entrelinhas. Estou sempre conectado, destrinchando as mensagens. Junto partes, ligo os fios da meada. Permaneço em transe. A informação vem de longe, vem rastejando pelos ares. Ultrapassa fronteiras, invade barracos. Ricocheteia nas paredes, atravessa os telhados. Nesse momento, não tem santo que clareie. Deixo me levar. Aprumo as orelhas, procuro decifrar. É um prédio em chamas? Ou uma ponte que desabou? Latrocínio? Ou Suicídio? Onde? Falando assim, ninguém acredita. O quê? Eu tenho um dom. Vejo coisas. Brincadeira, conta outra. Sozinho, saio de casa. Sozinho, corro pelas ruas. E, por incrível que pareça, mesmo prevendo tudo, não consigo dar conta do recado. Sempre chego atrasado.

(ilustração - sem título, autor desconhecido)

Comments:
Muito bom!!!!
 
Às vezes eu não sei exatamente o que comentar, como agora. Mas saiba que eu gosto muito de ler seu blog, mesmo quando não me manifesto nos comentários. Um beijo!
 
Claudio,

gosto do tom urgente de teu texto. Ele próprio dá uma pressa em ler, uma ansiedade. Acho que era isso que querias. Mas eu ainda penso que saber as coisas de antemão não significa ter a liberdade para alterá-las. Há que vivê-las, todas, com todos os incêndios a que nos derem direito.

Abraço,
 
, atrasado ou sem pedir licença, traz sempre uma história interessante, digo, várias histórias interessantes...

|abraços meus|
 
Parece que saiu na rua com a noite nos olhos, na sensação da insônia, a noite perdida, o sol e o caos batendo na cara... Bacana. É a nossa correria...

AH sim!, valeu por ter gostado do meu micro-conto.

Aquelabraço.
 
'faço de conta que não ouço...'
gosto sempre de vc. bj laura
 
"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida."

Eder Silva
eder.gyn@gmail.com
Trindade-GO
Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Para Sempre Seja Louvado!
Acessem e Comentem em nossos Blogs:
http://eder-silva.blogspot.com/
http://curiboca.spaces.live.com/
 
Como alguém aqui escreveu, eu, por vezes não sei o que dizer, mas seus escritos me deixam a pensar...muito. E isso é muito bom!

Obrigado amigo pela visita em minhas duas casas: a da luz branca e a da luz vermelha.
 
Ah! Trata-se de Glauco Mattoso (risos), mas Nadja nunca leu nada dele. Que bom que ela arranhe sua ironia. Ela me disse que vai dar uma pesquisada pra conferir o estilo do cara. Vou avisá-la dos posts, ok.
 
Vivemos num mundo apressado, e quem pára para contemplar, sempre se atrasa!
Beijos!
 
interessante isso.
acho que essa sensação que a maioria de nós tem no mundo de hoje.
a de estar sempre atrasado.

beijo querido, no coração
 
Oi Tudo bem? Parceria é algo complicado, veja bem, estou em parceria com A Outra, para um Blog Experimento e ela não me esperou concluir o convite para os leitores, sim, sim precisamos de pessoas como você e de comentários. Então como eu estava dizendo, ela A Outra, passou na minha frente e foi convidando as pessoas de sua forma, então estou aqui, O Outro, para te convidar para nosso "Projeto Experimento: Um Blog Metalinguístico"
Conto com sua presença e colaboração!
O Outro.
 
Olá!

Eu sou A Outra e vim aqui te dizer que O Outro é muito enrolado e não conseguiu se decidir numa abordagem ideal para o nosso "Projeto Experimento: Um Blog Metalinguístico". Eu disse que não existe uma abordagem ideal, mas, sabe como são os homens, né? Então o deixei falando sozinho e estou aqui te convidando para conhecer nosso blog!

Apareça!

A Outra.
 
Oi Claudio,

sabe que eu vinha lendo seu blog "em silêncio"? Leio sempre os seu comentário no Pardim e no blog da Vássia e ficava pensando: um dia ainda haverei braços>

beijos pra vc
 
Olá Claudio
Voltando devagar...
Continua ótimo aqui..
saudades.
Bj
 
O que me remete à pergunta do tipo 'tostines': o mundo deu pra correr agora ou a gente é que já não está dando conta?....Rs....Texto belo. E urgente, rs. Beijo e boa semana.
 
o dom da premonição parece mesmo ser quase que uma desgraça. quem o tem, sofre por antecedência e pelo atraso, já que a vida não tem tempo para esperas. 1 abraço
 
pois é...mesmo sem "o dom" a gente ve tanta coisa e fica ali...como se não visse... sem fazer nada!
um beijo
 
Resolvi parar de comentar os seus textos. PQ? Pq fiquei repetitivo. Portanto, pelo menos nesse aqui, deixa apenas eu ler e reler, e reler. Maravilhoso, Claudio. Maravilhoso.
abçs
Ilidio
 
sem bulas ou prazo de validade, amar está escrito nas vísceras e não tem tempo para acabar.
 
Nunca dá pra ser onipresente, e o sentimento único de impotência deve, provavelmente, ser o que mais incomoda.

Texto na medida mais que exata, mais que perfeita.

Abçs
 
Fantástico este texto... É bom saber que a premonição é coisa que te faz continuar... Adoreiiiiiiiii!
 
seus textos sempre tão lindos, tão necessários ... abraço de quem estava com saudades de sua literatura .
 
Vapt-vupt. Certeiro. Bjos.
 
Voltando aos poucos Claudio..
http://www.raizeseasas.blogspot.com/
Por enquanto volto para os braços dos meu ex..rsss
Bjsss
 
Sua prosa é muito boa. Dá um livro. Parabéns e forte abraço do Kafé.
 
Hoje eu li de novo e gostei mais- acho que estava com sono qdo li antes :)
Cláudio, já que temos o dom de sermos antenados e sofremos por isso que tal fazer uma blogagem coletiva sobre o que ocorre no Brasil e especialmente s P e Rio- o terror que está paralizando a todos, somos todos reféns.
Vamos fazer? chame seus amigos. Pensamos um dia- segunda feira pode ser um bom dia, nesta? o que acha?
bj laura
 
'paralisando' e não com z :)
 
Td maravilhoso por aqui.Abraços de boa noite de quarta-feira,ok?
 
maravilhosa a tua escrita!flui legal!
 
Ótimos textos por aqui! Um belo dom! :)

Ah, e eu vim aqui te dizer (sim, sozinha! O Outro foi dormir...) que queremos mudar as cortinas!

Apareça e dê pitaco!

(Agradecemos a visita!)
 
Que belo texto! Muito bem mesmo.

Um abraço
Ítalo Ogliari
 
coração e chão: dor que fica.
 
Cláudio,meu caro,continuo insistindo que seus escritos tão belos roteiros de pequenos grandes filmes. Ainda farei adaptações de alguns deles. Espere um pouco mais em me desocupar de alguns trabalhos (roteiro de um longa,o documentário).Permita-me: hábraços.
 
Bom fim de semana Claudio!!
Retornei sim..mas devagar!! Serão poucas postagens, alguns breves comentários de poemas meus prediletos, outros meus, discussões do dia a dia, etc..só não quero ser cobrada por postar pouco( por falta de tempo..) não ter um estilo próprio e isso e aquilo...ali é um espaço meu leve e está longe de ser um grande blog , um grande espaço de poemas inéditos....o meu é um simples espaço e para quem consegue me compreender um pouco e sei que seu olhar me entende portanto será semrpe bem vindo!!!
habeijos..
P.S não me cobre postagens rápidas, tá???...tempo foge de mim...
 
Esse texto tem o dom de fazer a gente relê-lo. abração.
 
Dom demais! Isso mesmo!

[]´s
 
Aqui, a gente esquece a pressa.
Beijo
 
Existem coisas que talvez fosse melhor não saber.
O saber abre porteiras.
Nunca se sabe o que pode passar por elas.
Bom fim de semana!!
 
Olá!!

Entrando pra conhecer.

Gostei das colocações. Sobre o dom não se tem muita a dizer - é o que costumo dizer : dom é dom não se transfere, não se aliena usamos ou não. Quando se trata de prever ai a coisa complica um pouco , pois mexemos com outras pessoas daí eu acho que se deve ter muito cuidado.

Bom estar aqui, mas entrei pra deixar isso:
P R O C U R A - S E

Uma filha :( Somente hoje descobri, por falta de tempo..buá!
Como soube?
- Pela Família Morcegos. Seu nome é FERNANDA BESAGIO.

Por favor, apelo para quem souber seu paradeiro avisar-me, pois encontro-me aflita...  

Beijos dessa mãe traída..hehehe
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?