Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

domingo, agosto 31, 2008

 
Quase noite

Faço uma gambiarra na minha cabeça para esconder melhor o outro lado da moeda. Estes feixes de luz batendo no meu cérebro atrapalham o meu sono. Por isso já não sei como ficar parado na cama. É preciso mantê-los a distância, porque, se continuar com essa configuração, talvez não consiga mais dormir. Esta idéia me dá náusea. Como sair de casa, de manhã, e fingir que o mundo é o mesmo? Como andar pelas ruas e não perceber o sol na pele, temperado pela fuligem dos carros? Preciso atravessar a noite. Mas preciso atravessar a noite depois. Provisoriamente a luz do quarto ficará acessa. A verdade é que, no fundo, bem sei, há respostas que não devem ser ouvidas porque machucam, ou deve-se ouvi-las apenas antes da meia-noite.


Comments:
Oi Claudio,
Obrigada pela visita ao meu Blog.
Engracado encontrar aqui um escrito seu sobre um problema meu...ou seja: nao conseguir dormir... (nao sempre) mas mais ultimamente.
Minha cabeca se torna uma cidade...cheia de pensamentos... perguntas, duvidas. Uma especie de "conversa comigo mesma".. Mas o chato, muito chato, eh conversar essa hora da noite, quando quero DORMIR...
E a verdade esta bem na sua ultima frase: respostas que nao devem ser ouvidas porque machucam..isso seriam as respostas de "mim" para "mim mesma"...
Nossa... sera que voce entendeu?
Beijos
MARY
PS Gostei do nome do seu blog, tenho uma poesia "Rua de Mao Unica"
 
Seus textos sempre me hipnotizam, meu caro. Leio, releio, e me deparo voltando outra vez. As imagens que você dispõe na leitura são fascinantes. Gosto - já lhe disse uma vez - do seu poder de síntese para expor a vastidão de um mundo.

E que bom que você voltou. Continue por aqui. A casa sua. A rua é nossa, pra chegar até você.
Grande abraço.
 
Parei aqui pelo HÁBRAÇOS, noutro blog. Gostei muito da escrita. Voltooooo. Hábraços!!!
 
Tem respostam ácidas nessas noites que é melhor nem perguntar.

P.s.: Adorei os escritos.
 
Texto maravilhoso.
Eu retorno aos poucos, mas em breve devo dá uma arrumada no meu blog e liberar geral..rs
Seus textos, como bem disse Nirton, hipnotizam a gente.
Bj
 
ah! as verdades, tão necessárias, tão estiletes.
abraços e obrigado pela visita
 
as verdades.... fiquei aqui pensando nelas...
já leu "a felicidade desesperadamente" do andré comte sponville?
ele diz assim: "A verdade é a norma da Filosofia, pelo menos a verdade possível, uma vez que jamais a conheceremos em sua completude ou com total certeza. E isso implica que se um filósofo tiver de escolher entre uma verdadeira tristeza e uma falsa alegria, ele deverá optar pela primeira. Só é filósofo de alma aquele que ama mais que a qualquer coisa a verdade. E nisto consiste a Sabedoria: ser capaz de vivenciar uma felicidade verdadeira ou uma verdade feliz."
mas depois, algumas páginas depois ele diz: "A sabedoria não é nem amnésia nem abulia"...
pois então... as verdades estão aí... a noite está aí e até o dia está aí... como avalanche... sobre nós.
um beijo
 
Reativei meu blog para o público novamente.
Texto espetacular..

abraços
 
, atravessar a noite ouvindo respotas, verdades que algumas vezes doem, outras vezes curam...
, bom te ler de novo!
, abraços meus.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Publiquei o seu texto " desjejum" no meu blog.Depois passe por lá.
abçs
 
atravessar a noite com as respostas que não queremos ouvir martelando na cabeça é uma das tarefas mais difíceis que tenho enfrentado.
me encontrei no seu texto. voltarei mais vezes!

www.alem-do-olhar.blogspot.com/
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?