Rua de Mão Única

"Para os grandes, as obras acabadas têm peso mais leve que aqueles fragmentos nos quais o trabalho se estira através de sua vida" - Walter Benjamin

terça-feira, janeiro 30, 2007

 

As armas de Jorge

Ogum,violento guerreiro,o homem louco dos músculos de aço. Ogum,que tendo água em casa,lava-se com sangue! (Pierre Verger/Caribé,Lendas Africanas dos Orixás)

O contrário ninguém pode afirmar. Miúdo, quase um anão. Metido numas roupas de puro linho, zelava pela segurança da comunidade. Desde cedo, bem cedo, antes mesmo do cantar do galo, saía de casa. Percorria ruas, becos e vielas, entranhando-se e inteirando-se da imundície no calor da noite. Mantinha-se sempre alerta e atento. Acreditava em Deus, Nossa Senhora Aparecida e, nem mesmo em pensamento, alguém podia lhe fazer mal. Mas, além de Jorge, existia Tê, pouco afeito à tradição e que não era de sua companhia. O rapaz tem dentes brancos como marfim, dois brincos na orelha esquerda e pensa longe quando roda na multidão.

Um pequeno conto Abatedouro 506 na revista Bestiário deste mês: http://www.bestiario.com.br/26.html

Comments:
Claudio: vc voltou força total...texto forte e intrigante...provocador..amei!!!
 
Salve Jorge!
Vestido e armado!
 
, salve jorge! salve ben jor! salve claudio!
|abraços meus|
 
Seja bem-vindo na volta!
Abraço!
 
Oi Claudio,

Portas sempre abertas para vc. Do Lume e do coração. Adorei o texto-retorno.

Beijos...
 
Cara!
Estou feliz de te ver de volta!
Sucesso em 2007.

Vida Longa e Próspera
 
tê eu não sei, mas jorge é da capadócia. e arma nenhuma, seja faca, espada ou de fogo, há de nos fazer mal enquanto vestidos estivermos com as roupas e as armas de jorge. salve, jorge. salve, caetano. salve, claudio, que voltou arretado da bexiga. 1 abraço.
 
Adorei... Você é ótimo.
 
Jorge e tê eram como cães celestiais.

vc como sempre enfileirando letras perturbadoramente perfeitas!!

abraçao.
 
Bela volta, Claudio! E trazendo a energia de quem sabe rodar na multidão!
Prazer te ler de novo!
Beijos
 
QUE BOM TE VER/LER DE NOVO!
VOLTASTE COM FORÇA, A BAHIA SÓ PODE TER FEITO BEM. SALVE, CLÁUDIO.
BEIJÃO,
ANA
 
Já estava sentindo falta de ler você. E das cores novas que trazes ao que eu escrevo também.
Bjos.
 
E deu saudade de sentir o calor da noite da Bahia...


Sempre bom te ler.


E adorei o conto da revista Bestiário. Queria eu ter asas para provar livremente de um dolce far niente! Mas sempre encontramos os que nos abatem...


Beijos! ;)
 
Grande satisfação em tê-lo de volta vestido com as roupas e as armas de Jorge... eu também sou da sua companhia!
 
Jorges são.


de volta, que bom!

forte abraço, querido.
 
Veio à minha terra e não me avisou?! Que coisa...

Depois volto pra acompanhar a produção.

Abçs
 
voltaram as tuas palavras. garantia de bons mergulhos.
abs.
 
Olá parabens gostei.
bjs naty
 
Postar um comentário

<< Home

hisTórico

08.28.2005   09.04.2005   09.11.2005   09.18.2005   09.25.2005   10.02.2005   10.09.2005   10.16.2005   10.23.2005   11.20.2005   11.27.2005   12.04.2005   12.11.2005   12.18.2005   01.29.2006   02.05.2006   02.12.2006   02.19.2006   02.26.2006   03.05.2006   03.12.2006   03.19.2006   03.26.2006   04.02.2006   04.09.2006   04.16.2006   04.23.2006   04.30.2006   05.07.2006   05.14.2006   05.21.2006   05.28.2006   06.04.2006   06.11.2006   06.18.2006   06.25.2006   07.02.2006   07.16.2006   07.23.2006   07.30.2006   08.06.2006   08.13.2006   08.27.2006   09.10.2006   09.17.2006   09.24.2006   10.01.2006   10.15.2006   10.22.2006   10.29.2006   11.26.2006   12.17.2006   01.28.2007   02.04.2007   02.11.2007   02.18.2007   02.25.2007   03.11.2007   05.18.2008   07.06.2008   08.31.2008   10.19.2008   12.14.2008   02.01.2009   02.15.2009   02.22.2009   03.08.2009   03.29.2009   04.19.2009   04.26.2009   05.31.2009   06.21.2009   08.09.2009   12.20.2009   01.31.2010   05.09.2010   05.16.2010   06.27.2010   02.06.2011   06.05.2011   08.14.2011   08.28.2011   04.29.2012   12.02.2012   04.21.2013   09.22.2013  

pUbliCaçÕes

Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº30
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº31
Literatura - Revista do Escritor Brasileiro - nº32

aRtiGos

Usina de Letras
fotoclube F/508
Cronópios

OuTros imPosTos

Alê
Algaravária
Alexandre Costa
Ana Baggio
Arruda
Carlos Besen
Carpinejar
Celso Boaventura
Chloè
Cláudio B. Carlos
Claudinei Vieira
Cronópios
Dioneide Costa
Edilson Pantoja
Eduardo Baszczyn
Eduardo Oliveira
EscritorasSuicidas
Estulticia
Elidio Soares
Elisa Andrade Buzzo
Hermes Bernadi
Ivã Coelho
Larissa Marques
Marcelino Freire
Marcos Pardim
Marilena
Menalton Braff
Mim
Nandi
Natércia Pontes
Nilto Maciel
Nirton Venancio
Pedro Paulo Pan
Pedro Paulo Pan
Projeto Identidade
Rubens da Cunha
Tudo Lorota
Valéria
Whisner Fraga
eXTReMe Tracker Divulgue o seu blog! Site Meter

This page is powered by Blogger. Isn't yours?